Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

Deatec promove capacitação para projetos de captação de recursos

Notícia
25/07/2016 16:34
Deatec, deatec@deatec.org.br

Desenvolver um projeto eficiente é fundamental para a captação de recursos financeiros e pode ser uma fase crucial para a viabilização de uma proposta de inovação. Para ser bem sucedida, deve apresentar uma significativa atratividade aos agentes de financiamento. Com objetivo de orientar as empresas sobre a elaboração de projetos, a Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec), em parceria com a Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) promoveu, nesta quinta-feira (21), uma capacitação para projetos de captação de recursos.

Ministrado pelo assessor de Desenvolvimento de Negócios do Badesc, Anderson Luiz Pacheco de Souza, o treinamento abordou sobre uma linha de financiamento do banco destinada para projetos de inovação. A Finep disponibilizou R$ 50 milhões para pequenas e médias empresas que possuem faturamento de até R$ 90 milhões. “São recursos subsidiados com juro de 7,5% ao ano. Esse valor ficará disponível por três anos, sendo que o mínimo para projetos são R$ 150 mil e o máximo R$ 10 milhões por empresa”, informa Souza.

A capacitação orientou as empresas associadas à Deatec sobre como fazer os projetos, que têm uma metodologia própria. “Pode ser em qualquer área, mas precisa ser inovador. Essa parceria com a Deatec é uma forma de o Badesc atender Chapecó e a região oeste”, frisa Souza. O instrutor reforça que muitas propostas acabam não sendo aprovadas por serem mal construídas. Por isso, a fase da construção do projeto é fundamental.

O sócio proprietário da Raffinato, Marcio Muxfeldt, enfatiza que a captação de recursos é importante para o crescimento das empresas de Tecnologia da Informação (TI) e para o desenvolvimento de novos produtos. “Aprender mais sobre como se chega a essa linha de crédito é ideal para a formatação de projetos”, expõe. “A inovação e a captação de recursos são uma maneira de superar a crise econômica pela qual estamos passando”, acrescenta Souza.

De acordo com o presidente da Deatec, César Bortolini, a inovação tem caráter estratégico para o aumento da produtividade, competitividade empresarial e na geração de riqueza para o País. “O apoio e o fomento à inovação é uma das prioridades da Deatec, que sempre busca formas de contribuir para o desenvolvimento das empresas associadas”, conclui.